A chamada pública para artistas e produtores culturais do A Colaboradora está aberta até o dia 24 de abril.

Trata-se do novo projeto de artes e comunidade do Lab Santista, inspirado no La Colaboradora, parte do ecossistema de inovação social do Zaragoza Activa, de Saragoça, Espanha.

Para mais detalhes, edital completo e realizar sua inscrição, acesse o link clicando aqui.

Abaixo, listamos as principais perguntas e respostas sobre o modelo de funcionamento do projeto.

Caso a sua dúvida não tenha sido contemplada na matéria, envie-nos perguntas pelo e-mail contato@procomum.org ou mensagem nas redes sociais do Instituto Procomum.

1- Existe ajuda de custo para os participantes?
Não. Os participantes poderão usufruir a infraestrutura do Lab Santista, terão mentoria da equipe do Instituto Procomum e contato com uma rede nacional e internacional de inovação cidadã.

Os recursos do projeto serão geridos coletivamente para compra de materiais, investimento na infraestrutura e cuidado do espaço físico e atividades de formação.

2-O programa prevê alguma bolsa?

 Não. Mas o cuidado e o bem estar dos participantes é  prioridade. Ou seja, você não deve deixar de inscrever-se caso precise de ajuda para alimentação e transporte, por exemplo.
Estamos empenhados em buscar soluções de maneira coletiva para as eventuais necessidades de cada participante.

3- Os participantes da Colaboradora podem receber outros recursos?

Sim. Os participantes podem buscar outros recursos para seus respetivos projetos.
4- Existe recurso para material e equipamento?
Sim. Existe fundo de recursos para compra, reparos e aluguel de material e equipamento. O investimento será gerido de maneira coletiva, aberta e transparante pelos próprios artistas e produtores do projeto.
5- É necessário frequentar todos os dias o Lab Santista? Tenho que cumprir uma carga horária semanal?

Não. A Colaboradora entende que cada participante tem suas obrigatoriedades e tarefas diárias. Que cada pessoa tem suas dificuldades e individualidades.

A ideia é que A Colaboradora possa adequar-se e permitir que cada artista consiga encontrar a sua rotina de produção e também que se crie uma rotina coletiva de trabalho, convívio e cuidado.

6- Devo inscrever-me como artista ou como um projeto?

A Colaboradora selecionará pessoas e não projetos. Durante a inscrição é importante ressaltar sua trajetória pessoal e profissional.

Não é necessário, por exemplo, ter nenhum projeto já definido para participar do processo de seleção.

7- O que eu vou ganhar como participante da Colaboradora?

Além do acesso à infraesturtura e aos recursos. A ideia é criar um ecossistema de talentos e habilidades para fortalecer todos os participantes em colaboração.

Os participantes também participarão de mentorias e poderão escolher as atividades de formação que desejarem.

O Lab Santista também ampliará a rede de  intercâmbio da Colaboradora com programas de residência artística nacional e internacional.

8- A postagem do vídeo é obrigatória na ficha de inscrição?
Não. É apenas um recurso opcional para você explicar seu trabalho, ideias e projetos.