Conheça a nova sede do Lab Santista!

Neste vídeo apresentamos a sede física do LABxS, o Lab Santista, o laboratório cidadão que está sendo implementado pelo Instituto Procomum e que articula uma rede de pessoas, iniciativas e infraestruturas para promover os bens comuns na região da Baixada Santista.

Em agosto de 2017, o Instituto Procomum celebrou com a Associação Prato de Sopa Monsenhor Moreira um acordo de comodato que envolve a cessão por cinco anos do imóvel na rua Sete de Setembro, centro da cidade Santos, no Estado de São Paulo, Brasil.

São mais de 1200 metros quadrados, distribuídos em inúmeras salas e galpões, que passarão a ser utilizados para dinamizar a inovação cidadã, a cultura livre e a as atividades comuneiras da região. A idéia é ter oficinas, cursos livres, celebrações, residências juntando várias áreas do conhecimento e ser um espaço de encontro, experimentação e compartilhamento de formas de se viver juntxs.

Sua ocupação está se dando aos poucos; acontecerá em etapas e módulos e de maneira colaborativa com a comunidade do entorno, com as comunidades do LAB e nossos parceiros e parceiras de outras cidades e países. A ideia é que até o fim de 2017 seja desenvolvido um plano diretor de uso do imóvel e um projeto técnico de reforma para viabilizar sua nova destinação.

Neste edifício funcionou por mais de 70 anos a organização social Prato de Sopa, que ofereceu à população de baixa renda uma série de serviços sociais, principalmente de alimentação e saúde.

Nosso chamado é para que você venha construir junto conosco essa história;

  • se você é um arquiteta ou urbanista ou apenas gostaria de mandar ideias de intervenção para que o espaço traduza ética e esteticamente o espírito de um centro cultural voltado para o comum;
  • se você é uma artista, um fazedor, um curioso e quer pensar algum projeto aqui dentro;
  • se você gostaria de apoiar financeiramente a reforma ou algum projeto específico;
  • se você é um pitaqueiro e gostaria de mandar suas opiniões;
  • se você faz parte de um lab e quer compartilhar seus erros e acertos;

mande um email para nós 🙂

contato@procomum.org

Saiba mais sobre o LABxS:

O LABxS (Lab Santista) começou a ser concebido em uma residência de inovação cidadã organizada pelo MediaLab-Prado e pela Secretaria Geral Ibero-Americana, em Madri, em 2015. Depois disso, seguiu sendo elaborado por meio de um processo aberto de escuta e cocriação, realizado entre março e junho de 2016. O LAB.IRINTO – Encontro Internacional de Cultura Livre e Inovação Cidadã partiu de três perguntas: a Baixada Santista precisa de um Laboratório Cidadão? Se sim, como deve ser esse laboratório? A quem ele deve se destinar? O primeiro passo foi encontrar os “fazedores” locais e convidá-los a se somar a essa aventura.

Mapeados os projetos locais, o segundo passo foi conectá-los a experiências brasileiras e internacionais. Em junho de 2016, ocorreu um encontro colaborativo com participação de representantes de todas as regiões do país, da América do Sul, Central, Europa, Ásia e África. Projeto concebido, financiamento obtido, no segundo semestre de 2016 nasce o LABxS, mirando ser uma plataforma para fortalecer essa rede simultaneamente local e global. Em 2017, o laboratório realizou inúmeras atividades, como círculos de formação e o Circuito LABxS 2017, uma chamada pública que contemplou o desenvolvimento de 13 projetos de cinco cidades, nove deles de promotoras mulheres, sendo cinco delas negras. E a história continua…

Para nós, o LABxS é:

– uma rede colaborativa formada por pessoas, iniciativas e infraestruturas que se articulam para produzir, de baixo para cima, soluções inovadoras para melhorar a vida em comum dos habitantes de um determinado território.

– uma plataforma destinada a fomentar a criatividade e a produção cultural, científica e de conhecimento, elementos essenciais para o desenvolvimento de qualquer cidade, região, estado ou país nos dias atuais.

– uma instituição  que se propõe a ser um bem comum, porque se estrutura a partir de seus usuários, que o autogovernam. Por isso se caracteriza pela abertura, horizontalidade, acessibilidade e por promover a colaboração e a inclusão.

– um ambiente de articulação de pessoas com ideias e formações diferentes em torno de questões e projetos comuns, realizando a tão sonhada interdisciplinaridade, muito defendida e buscada mas nem sempre fácil de promover.

Meet the LABxS!

In this video we present the headquarters of LABxS, Lab Santista, the citizen laboratory that is being implemented by the Procomum Institute and that articulates a network of people, initiatives and infrastructures to promote the commons in the Baixada Santista region.

In August 2017, the Procomum Institute celebrated with the Associação Prato de Sopa Monsenhor Moreira  a lending agreement involving the five-year lease of the property at Sete de Setembro street, in the city center of Santos, in the State of São Paulo, Brazil.

The space has more than 1200 square meters, distributed in numerous rooms and sheds, which will be used to stimulate citizen innovation, free culture and communal activities in the region. The idea is to host and promote workshops, free courses, celebrations and residences joining various areas of knowledge and be a space for meetings, experiments, collaboration and sharing ways of living together.

The occupation of the space is gradually taking place; will happen in stages and modules and in a collaborative way with the people living in the surrounding neighborhoods, with the LAB networks and our partners from other cities and countries. The idea is to have a strategic plan for the space by the end of 2017 for the use of the property and a technical project of reform that is slowly starting already.

In this building worked for more than 70 years the social organization Prato de Sopa, which offered the low income population a series of social services, mainly food and health.

Our call is for you to come together with us to build this story:

  • if you are an architect or urban planner or would just like to send intervention ideas so that space ethically and aesthetically translates the spirit of a cultural center focused on the commons;
  • if you are an artist, a doer, a curious and want to think of some project in here;
  • if you would like to financially support the lab or some specific project;
  • if you are a meddler and would like to send your opinions;
  • if you are part of a lab and want to share your mistakes and learnings;
  • if you just want to talk to us;

send us an email 🙂

contato@procomum.org

Learn more about LABxS:

LABxS (Lab Santista) began to be conceived in a residence of citizen innovation organized by MediaLab-Prado and by the Ibero-American General Secretariat in Madrid in 2015. After that, it was elaborated through an open process that lead to the event LAB.IRINTO – International Meeting on Free Culture and Citizen Innovation. We started from three questions: does Baixada Santista need a Citizen’s Laboratory? If so, what should this laboratory be like? To whom should it be? The first step was to meet the local “doers” and invite them to join in on this adventure.

Mapping the local projects, the second step was to connect them to Brazilian and international experiences. In June 2016, a collaborative meeting took place with the participation of representatives from all regions of the country, from South America, Central America, Europe, Asia and Africa. Project conceived, financing obtained, in the second half of 2016 LABxS is born, aiming to be a platform to strengthen this network both locally and globally. In 2017, the laboratory carried out numerous activities, such as training circles and the Circuit LABxS 2017, a public call that included the development of 13 projects in five cities, nine of them female promoters, five of them afrodescendants. And the story continues …

For us LABxS is:

– a collaborative network of people, initiatives and infrastructures that are articulated to produce, from the ground up, innovative solutions to improve the common life of the inhabitants of a given territory;

– a platform to foster creativity and cultural, scientific and knowledge production, essential elements for the development of any city, region, state or country today.

– an institution that proposes to be a common good, because it is structured from its users, who self-govern it. That is why it is characterized by openness, horizontality, accessibility and by promoting collaboration and inclusion;

– an environment of articulation of people with different ideas and backgrounds around common issues and projects, realizing the much-desired interdisciplinarity, much advocated and sought but not always easy to promote.