“A residência do Lab Santista veio ao encontro de várias inquietações nos meus processos em arte. Sinto a segurança de um tempo muito produtivo, além de trocas significativas com público variado, abraçando até mesmo o contexto escolar. A Pedagogia do Objeto Encontrado é minha ideia de pesquisa inicial, um ponto de partida. Um convite para olhar curioso e sem pressa, ao sutil e inesperado, configurações alteradas. Separe um objeto pra curar!”  Fernando Hermógenes Aguiar da Silva.

Período da residência: 28 de julho a 25 de agosto.

Biografia: Fernando Hermógenes Aguiar da Silva, brasileiro, educador social, performer, videoartista e escritor. Residente em São Joaquim de Bicas, Minas Gerais, desde 2008 desenvolve processos de educação artística em escolas públicas no país. Participou de festivais e exposições com performances, vídeos e instalações no Brasil, Estados Unidos, Argentina, Bangladesh, Colômbia, Alemanha, Grécia, Índia, Holanda, Paraguai e Venezuela. Participa de residências desde 2014, curou a Residência Artística MMX em 2015 e é colaborador na Residência Livre de Vida Performativa-RLVP, junto a Isabela Bentes e Juliana Gaillac. Publicou o livro-obra HéBarro, 2015 e dois livros de poemas.

Links: https://fernandohermogenes.blogspot.com
https://museudohermogenes.blogspot.com/

Sobre a Pedagogia do Objeto Encontrado

A Pedagogia do Objeto Encontrado é composta de textos que tratam da potência do objeto encontrado – pedagogia escrita a partir das dificuldades do acontecimento nos processos da arte e da escola, espaços e meios que geralmente se caracterizam por uma operação precarizada, pouco ou nenhum recurso financeiro e buracos na manutenção. A PEDAGOGIA DO OBJETO ENCONTRADO acredita nos objetos cotidianos para ativações diversas, e os textos são condutores de experiências com aquilo que foi encontrado pelo ou pela ‘encontrante’, seja uma concha na praia, uma ponta de lápis, um prego ou um sofá. A PEDAGOGIA DO OBJETO ENCONTRADO pode receber como adjetivos e extensões: pedagogia do precário, grotesca, simples, acessível, fácil, 0800, no fee, gratuita, grátis, tosca, ao ar livre. A PEDAGOGIA DO OBJETO ENCONTRADO defende pedagogia como auê sobre educação e ensino, objeto como toda coisa material que pode ser percebida pelos sentidos e encontrado como status do objeto, antes não-encontrado e agora encontrado. Cada pessoa é disparadora de inúmeras linhas de ação, formando uma rede de possibilidades que entende o aprender, conhecer e produzir não se dá por um único modo de fazer.