Convocatória para residências é voltada a artistas que queiram investigar a relação entre artes, comunidades e estéticas do comum; inscrições abertas até o dia 17/6  

O LABxS (Lab Santista) lançou sua chamada pública para o Programa LABxS de Residências 2018. A proposta é receber artistas  e criadoras/es interessadas em fazer parte de um processo colaborativo de aprendizagem, criação, intercâmbio de conhecimento e experimentações criativas de arte e vida.

Segundo a coordenadora do programa de residências, Georgia Nicolau, o tema da convocatória- artes, comunidades e estéticas do comum- quer provocar o diálogo entre artistas que estejam buscando reinventar o mundo a partir da arte e de experimentações estéticas. “Queremos  extrapolar o pensamento racional e as teorias econômicas sobre o futuro. Com as residências estamos propondo refletir o que a estética e a arte podem nos trazer de elementos que desloquem e expandam nossa visão do que é possível, nos provocando a sentir e projetar quais são as emocionalidades e estéticas de um mundo baseado no comum.”

A convocatória é aberta para artistas brasileiros e não-brasileiros, sem impeditivo de país de origem, e é especialmente direcionada a artistas que se identifiquem como pertencentes ao Sul Global. Como explica Georgia, “entendemos Sul como uma identidade política e cultural e nos interessa, com esse programa, estimular a diversidade de narrativas e estéticas vindas desses vários suis”.

O programa prevê o total de seis vagas sendo que as residências devem ocorrer entre julho e novembro de 2018 e podem durar entre dez (período mínimo) e 30 (período máximo) dias. As inscrições encerram-se dia 17/06, um domingo, e o resultado sairá no dia 22/06.

Hospedagem e condições

Os artistas selecionados poderão contar com a infraestrutura do LABxS (Lab Santista) para acomodação. A sede de 1500 m2 está localizada na Bacia do Mercado, Santos-SP, e conta com infraestrutura de trabalho, internet, biblioteca, além de acomodação com bicama ou beliche, cozinha e banheiros para os residentes. O programa oferece ainda recursos financeiros para transporte até Santos, diárias para auxílio na alimentação e deslocamento na cidade, verba de produção e um cachê artístico.

Expectativas de trocas e colaboração 

Espera-se que as/os artistas selecionadas/os envolvam-se com as dinâmicas e processos do Lab Santista, um laboratório cidadão, aberto ao imprevisível e à ocupação permanente, destinado ao usufruto dos cidadãos criativos. O Lab Santista trabalha com a premissa do cuidado compartilhado entre as pessoas e o espaço e dessa maneira envolver-se com a dinâmica do espaço é também compartilhar o cuidado. Além disso, eixo central do trabalho do Instituto Procomum e do Lab Santista é a documentação do processo e seu posterior compartilhamento em licenças abertas, questão central no programa de residências também.  

Link para inscrições e edital completo aqui.