1- Quem pode participar da chamada pública?

Qualquer pessoa, organização, coletivo ou produtora. Não existe restrição.

2- Posso participar em mais de um projeto?

Sim. Cada pessoa, organização ou coletivo pode inscrever-se como idealizador de até dois projetos e participar como colaborador de quanto projetos quiser.

3 -É necessário residir na Baixada Santista para participar?

Não, mas as ações devem acontecer nas cidades da região. Uma pessoa que vive em outra região pode propor um projeto, desde que o realize na Baixada Santista.

5- Minha ação deve acontecer somente em um dia?

Não, cada proponente tem a liberdade para realizar quantas ações achar necessárias, desde que aconteçam entre os meses de abril e maio.

6- Quem inscreveu projetos ano passado pode inscrever-se novamente?

Sim, projetos não contemplados podem inscrever-se novamente, inclusive aperfeiçoando-os.

7- E os projetos contemplados, podem inscrever-se novamente?

Os proponentes que foram contemplados no Circuito LABxS 2017 podem participar novamente, mas devem inscrever-se com iniciativas novas. Ações já contempladas não podem participar.

8- Quem vai escolher os projetos?

A escolha será realizada por um júri qualificado e diversificado, composto por cinco pessoas e que será anunciado em breve. A coordenação do júri é do Instituto Procomum.

9- Não conheço os conceitos de inovação cidadã, cultura livre e comum. Posso participar?

Sim, os conceitos não são muito conhecidos ou reconhecidos, mas de fácil compreensão e prática.

Por exemplo, ao aproveitar os conhecimentos de um carpinteiro ou mecânico para criar soluções para reciclagem, você está praticando a inovação cidadã; ao permitir que sua oficina ou publicação seja compartilhada e replicada, você está praticando a cultura livre; e ao pensar no favorecimento do coletivo e não individual, está praticando o comum.

No site do Instituto Procomum e Lab Santista também é possível encontrar textos e vídeos sobre a temática:

O que é o comum?
http://www.procomum.org/o-que-e-o-comum/
Biblioteca de labs e inovação:
http://www.procomum.org/biblioteca-de-labs-e-inovacao/

10 – Inovação é necessariamente algo tecnológico ou novo? Uma prática antiga e consolidada pode ser considerada inovação?

Para nós o comum pode ser defendido ou impulsionado por intermédio de ações de inovação ou de preservação. Assim, as iniciativas também podem ser voltadas à promoção de práticas ancestrais e de conhecimentos tradicionais que contribuem para uma vida melhor.

11- Posso conseguir outras fontes de renda para o meu projeto?

Sim, não existe restrição para captação de outras fontes. A microbolsa do Circuito LABxS pode inclusive servir para complementar projetos que já existem.

12- Devo prestar contas?

A prestação de contas do Circuito LABxS é o compromisso ético entre o proponente e a produção do festival com o comprometimento para realização da atividade. Não existe prestação de contas para antes ou depois da realização da atividade.
A microbolsa funciona como um prêmio, ao ser contemplado pela chamada pública o proponente receberá o dinheiro e pode manejar os recursos como bem entender.

13- E se eu não conseguir realizar o projeto?

O festival de inovação cidadã tem caráter experimental e permite erros ou falhas. A equipe de produção do festival está disponível para apoiar a realização dos projetos, mas entendemos que as falhas e erros fazem parte do aprendizado e processo da inovação cidadã.

14- Posso utilizar o espaço e infraestrutura do Lab Santista?

Sim, com a nova sede do Lab Santista os proponentes contemplados podem realizar reuniões, atividades e utilizar a infraestrutura do Lab Santista (internet, salas, impressoras 3D e máquinas de corte a laser do Dínamo da Unimonte, por exemplo).

15- Não estou confiante sobre o meu projeto. Devo increvê-lo?

Sim, as inscrições do Circuito LABxS também funcionam como um mapeamento de projetos, inciativas e ideias da Baixadas Santista. Projetos não contemplados podem ser apoiadores e colaboradores de projetos contemplados dentro do Circuito LABxS e outras atividades da rede do Lab Santista.

16- Não tenho um projeto, mas gostaria de contribuir com o Circuito LABxS. O que devo fazer?

Escreva um email para contato@procomum.org ou envie uma mensagem nas redes sociais mostrando interesse para colaborar com outros projetos. É interessante listar suas habilidades e disponibilidade.

17- Posso enviar dúvidas antes de escrever meu projeto?

Sim, utilize o email contato@procomum.org. Não deixe de enviar sua pergunta porque ela pode esclarecer e ajudar outros proponentes também.

18- Gostaria de entender melhor os conceitos e valores do Circuito LABxS, onde encontro material?

Para compreender os valores e objetivos do Circuito LABxS recomendamos a leitura da metodologia Maral, publicação criada após o Circuito 2017 com o objetivo de que o festival possa ser replicado em outros territórios: http://www.procomum.org/metodologia-maral/.

Outra dica é ler a documentação dos projetos contemplados no Circuito 2017: https://labsantista.procomum.org/circuito-labxs-2017/.