Nemecio Guerrero é um artista do movimento, educador, gestor culturar e diretor da companhia de danças afrocolombianas, Permanencias. É um colombiano fala com o corpo e que transforma outros corpos. É um artista que investiga o corpo da mulher negra e não o faz apenas com teorias ou técnicas corporais, ele cria espaços de confiança, de amizade, prazer, autoconhecimento e transformação.

Durante o programa Residências LABxS 2018, ele abriu uma chamada aberta para artistas, colaboradores e organizações sociais. A convocatória transformou-se em um coletivo artistíco que reuniu moradoras do bairro da Bacia do Mercado, residentes do abrigo Se Acolhe, dançarinas e artistas da região.

Surgia o Grupo Fênix, um espaço de ressignificação do corpo, de expressão, de arte comunitária, busca por memória e ancestralidade.

Por semanas, Nemecio Guerrero criou um espaço de cuidado e partilha, mas também um espaço de prática e treino em que dançarinas amadoras e profissionais intercambiavam suas potências e corpos.

O processo resultou na apresentação Cinzas: O Olhar da Fênix, espetáculo apresentado na sede do LABxS em outubro de 2018. Assista ao vídeo do projeto:

 

O artista também realizou uma performance de vídeo dança com a dançarina Telma Lázaro, assista ao vídeo: