Na última semana de setembro vamos receber nosso terceiro residente do Programa LABxS de Residências, o colombiano Nemecio Berrio Guerrero.  Nemecio é artista do movimento, educador, gestor cultural e diretor da companhia de danças afrocolombianas, Permanencias.

Seu trabalho como artista tem sido caracterizado pela busca constante de suas raízes afro-colombianas, por sua dignidade, visibilidade e posicionamento no contexto contemporâneo, trabalho que o levou a aprofundar e refinar todos os aspectos ancestrais da cultura e da dança do dos litorais caribenhos e a recriação de sua própria linguagem criativa e formativa

. Ele investiga uma metodologia de treinamento corporal para a dança afro-colombiana contemporânea chamada SWAHILI, cujo objeto de estudo é a cultura e o corpo caribenho, enfatizando sua investigação no gestual da mulher negra.

Durante sua residência no LABxS, Nemecio vai desenvolver dois processos transversais:

  1. Um processo artístico de incidência social chamado Desvelando Humanidade, a ser desenvolvido com mulheres em situação de vulnerabilidade social da região central de Santos, com a colaboração de artistas e outros profissionais locais;
  2. Um processo de co-criação de dança contemporânea negra chamado Escamas da Memória a ser desenvolvido com artistas da região;

Em ambos os processos, a proposta é experienciar a investigação artística pedagógica desenvolvida por Nemecio e sua companhia sob o nome de Swahili: um processo de incidência social do movimento a partir de um treinamento do corpo para a dança com uma metodologia emergente, urbana, poética e de impacto social.

Existem várias formas de participar das oficinas.

Participe da chamada de artistas

Participe da chamada de colaboradores

Participe da chamada para organizações sociais que trabalham com mulheres em situação de vulnerabilidade

Leia mais sobre a programação do mês aqui.